Coluna de: Dra. Simone Pires Macedo - CROSP 98283 - Ortodontia e Ortopedia Facial

 Você já ouviu falar em cárie de mamadeira?

É chamada assim a cárie que aparece nas crianças que estão em fase de aleitamento não materno. Ou seja, crianças que bebem fórmulas, ou outros tipos de bebidas ou leites em mamadeiras.

O leite materno é a única bebida ingerida pelas crianças que não causa a cárie dental.

O que causa essa doença?

A cárie de mamadeira aparece devido à falta de higiene nos dentes das crianças; ou seja, logo que o bebê passa do aleitamento materno para a mamadeira, mesmo ainda não tendo dentes, a higienização já deve ser feita.

Além disso, muitas mães têm o hábito de adoçar a mamadeira das crianças, aumentando ainda mais os riscos da cárie.

O horário mais crítico dessa falta de higienização dos dentes é na parte da noite, onde muitas vezes a mamadeira é dada para ajudar a criança a adormecer, e depois não é feita a escovação. O açúcar contido mesmo no leite ou fórmulas, já é capaz de causar a cárie.

Além disso no período do sono, a salivação é diminuída, portanto a defesa natural contra a cárie também fica deficiente, deixando a boca mais propícia a desenvolver cáries.

Como prevenir?

A prevenção é simples, nunca adoçar as bebidas oferecidas para as crianças; não oferecer quando possível, mamadeiras na madrugada; sempre oferecer a mamadeira num período antes de dormir, onde ainda seja possível fazer a higiene bucal após a mamada; iniciar a higiene bucal do bebe desde antes do primeiro dente, com escova e pasta de dente adequada para cada fase; ter um profissional que faça a prevenção em consultório e orientação de higiene.

A higienização quando iniciada cedo, faz com que a criança torne aquilo um hábito, uma rotina. Portanto quando a higienização nos dentes começar a ser feita com escova e pasta, a criança não irá receber como uma novidade ruim, o aceitamento é melhor, mais fácil. Trazendo conforto para os pais e a criança.

Existe tratamento?

Sim, o tratamento é a remoção da lesão de cárie e a restauração dos dentes. Assim como os dentes dos adultos a cárie precisa ser removida e a restauração feita para devolver a função e estética.

 O mais importante é que o diagnóstico seja feito o mais cedo possível, para que o tratamento seja mais simples, menos doloroso, e que a saúde da criança seja reestabelecida. Lembrando que os dentinhos de leite doem assim como os permanentes, ou seja, quanto menor a cárie menos dolorida será sua remoção.

A prevenção é sempre o mais importante, quanto mais cedo iniciamos a higiene bucal dos bebês, mais cedo eles se acostumam com esse hábito, e assim os problemas de saúde bucal ficam menos propícios a aparecerem.

Desde o aparecimento dos primeiros dentinhos de leite, ou até mesmo antes naqueles bebês que sofrem com dores, febre, etc nessa fase, os pais e responsáveis já devem procurar um dentista para saber como deve ser feita a prevenção e a correta higienização bucal.

O mais importante é que os pais entendam que não é porque os dentinhos de leites serão trocados no futuro, que eles são menos importantes que os dentes permanentes. Isso pode ocasionar grandes problemas, até mesmo irreversíveis, no futuro desse bebê.

 

Fogo Bravon

TV Bixiga News

TV BIXIGA NEWS

Entrevistas, comerciais, notícias e acontecimentos do bairro...

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR

Fotos Históricas

Última Edição