Coluna de: Dr. Alan Rodrigues Lopes - Nosso Brasil

Prezado Leitor, nosso país atualmente vive em clima de clássico de futebol, estilo Corinthians e Palmeiras, Fla - Flu” ou Grenal, onde torcidas apaixonadas e fanáticas por seus clubes, em diversas situações extrapolam o bom senso, deixando a razão de lado, com o objetivo de derrubar a qualquer custo, seu oponente, porém quando uma torcida de futebol realiza grandes espetáculos para apoiarem seus times nos estádios, com painéis lindos, com cantos bem elaborados, muitas vezes, nos proporcionam espetáculos superiores em termos de entretenimento, até mesmo, em relação a qualidade do jogo apresentado pelas equipes dentro das quatro linhas.
Na política, não é diferente, quando duas ou mais pessoas com posicionamentos conflitantes, trocam ideias de forma fundamentada, o debate enriquece a todos, e a “discussão” se torna algo prazeroso para “todos os telespectadores”. Todavia, infelizmente, assim como uma torcida fanática que extrapola o lado bom da festa do esporte, nosso Brasil passou a ser dominado por uma divisão cega, ou seja, em linhas gerais, ou você é apoiador do Presidente Bolsonaro, sendo rotulado entre outros, de Bolsominion, ou anti Bolsonaro e portanto esquerdista apoiador do Lula Livre e do PT. 
O atual governo vem adotando inúmeras medidas, que deveriam ser objeto de análise técnica, de debates analisando o contexto de cada medida, seu poder de alcance, para entendermos se correspondem a boas ou péssimas atitudes do governo, pois inquestionável se faz a obrigatoriedade de cumprirmos a lei.
A grande maioria dos apoiadores do governo defendem todas as medidas simplesmente porque são editadas pelo governo, enquanto a maioria dos opositores, se mostram contra tudo e todos, demonstrando a mesma ausência de raciocínio lógico da parte contrária.
Nosso atual presidente segue o estilo nada apaziguador, o que em muitos casos cria situações que potencializam o confronto irracional de ideias, enquanto a maioria esmagadora da mídia, distorce totalmente as declarações do Presidente, editando matérias de forma tendenciosa e anti-governista, o que também induz ao confronto razo e improdutivo.
O cenário fica ainda pior, quando os próprios parlamentares agem como torcidas desenfreadas de times de futebol, como ocorreu em inúmeros debates no congresso nacional, sobre diversos temas fundamentais, como por exemplo, no caso “da quase aprovada” reforma da previdência, onde diversos opositores combateram a proposta do governo, sem apresentarem nenhuma outra solução minimamente viável, com frases “jogando para torcida” do tipo : “o pobre irá pagar o preço da reforma elitista”, enquanto inúmeros outros apoiadores do governo, passaram a defender a reforma da previdência, também “jogando para torcida”, contra-atacando a oposição com argumentos estilo: “a reforma beneficiará o mais pobre por tirar do mais rico”, ou seja, para esse tipo de parlamentar, de ambos os lados, o mérito da reforma é o que menos importa, sendo fundamental somente emitirem frases de efeito, para “saírem” nas primeiras páginas dos noticiários em busca de uma futura reeleição.
Nesse triste cenário, provas ilícitas de ambos os lados são comemoradas como um gol, fake news são compartilhadas como um troféu, e vencer uma discussão cega e desrespeitosa, vale mais do que uma longa e verdadeira amizade, desconsiderando o fato, de que a esmagadora maioria dos políticos do nosso país, não merecem tamanho fanatismo e empenho no clássico da intolerância. 
 
Deus abençoe a todos !!!
 
Fogo Bravon

TV Bixiga News

TV BIXIGA NEWS

Entrevistas, comerciais, notícias e acontecimentos do bairro...

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR

Fotos Históricas

Última Edição