A MAGIA ESTÁ NO AR

VOLTAR

ESTRÉIAS
Depois de dirigir os quatro últimos filmes da famosa franquia “Harry Potter” e de dirigir “A Lenda de Tarzan” e “Animais Fantásticos” David Yates segue com a sequência deste último com “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”.
Desta vez depois que Grindenwald fora capturado no filme anterior, executa uma fuga fantástica e inicia-se um grupo de seguidores de bruxos e seres não mágicos para completar sua causa. O único que pode detê-lo é Albus Dumbledore (de Harry Potter) e ele não estará sozinho, Newt Scamander o lendário protetor das criaturas mágicas. Um filme muito intrigante e repleto de magia.
 
Premiado ator, comediante, roteirista, produtor e pintor canadense, conhecido por interpretar papéis cômicos em filmes como “Ace Ventura, Debi e Loide I, Debi e Loide II, O Máscara, O Pentelho, O Mentiroso, Eu Eu Mesmo e Irene, Todo Poderoso entre outros, ainda também tendo ótimos resultados em interpretações dramáticas como “The Trumam Show, Man on the Moon”, consagrou este artista conhecido pelo mundo todo, estamos falando de James Eugene Carrey ou como é conhecido Jim Carrey.
Nascido em 17 de janeiro de 1962 em Toronto, filho de Kathleen Carrey e seu pai Percy Carrey que era músico de Jazz, se interessou pela comédia logo em sua infância, e mesmo jovem aos seus 10 anos apresentou seu primeiro trabalho ao The Carol Burnett Show. Essa habilidade de fazer as pessoas rirem, despertou interesse em seus professores que antes do término das aulas, cediam alguns minutos para Carrey fazer rápidas demonstrações cômicas hoje chamadas de stand-up comedy.
Carrey chegou a trabalhar como empregado de limpeza em uma fábrica em oito horas de turno após a escola para ajudar na questão orçamentária da família, e por insistência de muitos amigos que o encorajavam a se apresentar publicamente Jim Carrey resolveu a participar de programas de TV e shows de comédia onde viu que realmente tinha talento para isso.
Em 1980 Carrey se muda para Los Angeles e começa em definitivo a trabalhar em programas de TV e a convite do comediante Rodney Dangerfiel começou a abrir os shows de sua turnê.
Carrey se virou para a indústria de cinema e televisão, fazendo inúmeros testes que no imediato não lhe estava dando muito crédito. Em 1981 estreou “Rubberface” e quatro anos depois um papel principal em “Once Bitten”, mas foi em 1994 começou a brilhar nas bilheterias quando estrelou seus três maiores sucessos “Ace Ventura I, II”, “The Mask” e Dumb & Dumber.
Incorporando um vilão bastante emblemático como o Charada em “Batman Forever” em 1995 e ainda no mesmo ano a sequência de “Ace Ventura – Um Maluco na África” que rendeu cachês multimilionários e uma posição muito considerável na janela cinematográfica mundial.
O sucesso o seguiu também em “Liar Liar” que salvou um fracasso anterior ao qual trabalhou ao lado de Bem Stiller em “The Cable Guy” por conta de críticas fortes sobre sua atuação e o tema em questão.
Um fato  sem explicação ocorreu em 1998 quando tudo apontava para sua nomeação na posição de levar o Oscar de melhor ator, que ... não veio, todos os que acompanhavam sua carreira e ainda mais depois do sucesso de “The Truman Show”, não entendeu porque a Academia desistiu da premiação, o mesmo aconteceu depois de sua atuação em “Man on the Moom”, que mesmo com boas críticas, Carrey novamente não levou o Oscar.
Em 2000, Carrey lançou dois longas “Me, Myself & Irene” e “The Grinch”, em 2003, juntou-se novamente com Tom Shadyac para o que foi apresentado como um sucesso financeiro “O Todo Poderoso”. Vieram outros trabalhos também no seguimento da comédia e continuava a receber muitos elogios em suas atuações, mas em 2007 saiu um pouco da comédia para se arriscar no suspense, a crítica não ficou satisfeita (não condiz com a minha opinião pessoal já que eu achei que a atuação de Carrey foi bastante convincente e me surpreendeu, cheguei a concluir que Carrey é sim um artista completo).
Na década de 2010 trabalharia apenas de vez enquando, tendo um trabalho onde estrelou em “Mr Popper’s Penguiuns” em 2011, em 2013 teve alguns papéis secundários.
Fora dos holofotes Carrey também fazia sucesso com as mulheres, se relacionou com: Linda Ronstadt, Melissa Womer com quem teve sua filha Jane, Lauren Holly, Laurie Holden, Anine Bing dentre outras, mas o sucesso de alcança-las não garantia um relacionamento duradouro, o próprio ator reconhecia que era uma pessoa bastante difícil, vivia o personagem de seus trabalhos dentro e fora do set de gravação e isso atrapalhava muito a convivência.
DICA DE CINEMA
Poderia indicar qualquer filme de Carrey mas vou deixar aqui “Dark Crimes”, depois vocês me dizem o que acharam em contato@adrianotorresproducoes.com.br
 
Mano Pizzaria

TV Bixiga News

TV BIXIGA NEWS

Entrevistas, comerciais, notícias e acontecimentos do bairro...

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR

Fotos Históricas

Última Edição