Prefeitura participa de evento na Coreia do Sul para consolidar parceria para região central

VOLTAR

Encontro reuniu representantes da Coreia do Sul, América do Sul e Caribe e do BID.
A Prefeitura de São Paulo, por meio da SP-Urbanismo, empresa pública de planejamento urbano vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU), participou na semana passada de um evento na Coreia do Sul, que reuniu representantes do governo federal coreano, de países da América Latina e Caribe e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Objetivo foi consolidar parcerias para a região central de São Paulo.
O encontro internacional de desenvolvimento urbano teve duração de cinco dias e buscou debater propostas de diversos países. Além da Coreia do Sul e do Brasil, representado por São Paulo e Niterói-RJ, estiveram presentes membros do Chile, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana e Equador.
O presidente da SP-Urbanismo, José Armênio, falou sobre o planejamento urbano do Munícipio, abordando os Projetos de Intervenção Urbana (PIUs) em andamento e os projetos de requalificação da área central.
De acordo com José Armênio, o evento foi uma oportunidade para o Munícipio estreitar relações com o BID e a Coreia do Sul e, assim, consolidar parcerias para os projetos estratégicos inseridos no PIU Setor Central.
O objetivo é que os dois atores auxiliem a Prefeitura na modelagem de algumas intervenções urbanas no centro. Em outras palavras, uma cooperação técnica que identifique o instrumento mais adequado a ser aplicado no local, como por exemplo, uma Parceria Público-Privada (PPP) ou concessão.
O Plano Urbanístico para o centro prevê o atendimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social, a requalificação de 93,8 km do sistema viário existente e a criação de 113,4 km de Caminhos Verdes. Objetivo é atrair até 220 mil novos moradores para a região.
Visitas
Além dos debates, o evento foi composto por visitas, como a uma grande torre de Seul e a duas cidades, uma administrativa e outra um distrito de inovação tecnológica. Além disso, José Armênio pôde conhecer dois Elevados sul-coreanos – semelhantes ao Minhocão –, que tiveram soluções diferentes.
No caso do Elevado Cheonggyecheon, a Prefeitura de Seul decidiu em 2003 demolir parcialmente os leitos carroçáveis  e criou um espaço público com referência à água gerando mudança significativa na região e outro – Seuollo 7017 – transformou o elevado rodoviário em parque com alusão a plantas características.  Em ambos os casos foram implantadas artes públicas, espaços para o pedestre, novas árvores e equipamentos públicos.
 
Fogo Bravon

TV Bixiga News

TV BIXIGA NEWS

Entrevistas, comerciais, notícias e acontecimentos do bairro...

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR

Fotos Históricas

Última Edição