Prefeitura reforça Operação Baixas Temperaturas

VOLTAR

Força-tarefa entre secretarias cria 272 novas vagas de acolhimento, aumenta o número de abordadores e de veículos à disposição para encaminhamento da população em situação de rua 
Diante da perspectiva de uma nova onda de frio intenso nos próximos dias, o prefeito Bruno Covas determinou uma ação conjunta entre várias secretarias para reforçar, a partir desta segunda-feira (dia 15) a Operação Baixas Temperaturas. Uma força-tarefa envolvendo diversas secretarias municipais, sob coordenação da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), vai ampliar o atendimento e acolhimento à população em situação de rua na cidade. 
A principal medida será a criação de 272 novas vagas emergenciais para receber as pessoas que não tem onde passar a noite. As vagas serão criadas em cinco locais: um equipamento de assistência social localizado no bairro da Casa Verde, que pertence à Prefeitura, e quatro clubes municipais, localizados em lugares estratégicos da Capital, devidamente adaptados para servirem como alojamento e refeitório. 
O número de orientadores socioeducativos nas ruas durante a madrugada para abordagem e encaminhamento das pessoas para os abrigos vai aumentar de 30 para 50 – aumento de mais de 50%. Cinco equipes ligadas à Secretaria Municipal da Saúde vão ajudar no atendimento à população em situação de rua que necessita de atendimento específico de saúde. 
As ações de abordagem e recolhimento das equipes de assistência social serão reforçadas com mais dez veículos. Além dos veículos utilizados para abordagem, haverá quatro ônibus para o transporte das pessoas em situação de rua aos alojamentos e centros de acolhida. Os ônibus estarão posicionados estrategicamente em quatro regiões: Sé, Mooca, Santo Amaro e Santana. 
A partir desta data, 20 equipes das subprefeituras estarão mobilizadas para a distribuição de cobertores e garrafas de água às pessoas em situação de rua. Os carros da Guarda Civil Metropolitana (GCM) também estarão equipados com água e cobertores para serem distribuídos durante a noite e a madrugada nas ruas de São Paulo. 
Balanço 
Desde o dia 22 de maio até início de julho foram registrados mais de 566 mil acolhimentos na rede socioassistencial para população em situação de rua. Destes, 8.400 foram durante os plantões (noite/madrugada) da Coordenação de Pronto Atendimento Social (CPAS). 
Informa-se também que durante o mesmo período foram mais de 63 mil abordagens dos mais de 30 Serviços Especializados de Abordagem Social (SEAS), resultando em 37.470 encaminhamentos. Destes, 27.493 foram encaminhamentos para acolhimento.
 
megaron edecora

TV Bixiga News

TV BIXIGA NEWS

Entrevistas, comerciais, notícias e acontecimentos do bairro...

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR

Fotos Históricas

Última Edição